Explosão na China: Retaliação dos EUA ?

19-08-2015 00:05
De acordo com a NaturalNews dissidentes chineses revelaram que a explosão ocorrida em Tianjin foi um ato de retaliação do Pentágono em resposta à desvalorização do yuan.

Um "tiro de aviso" dos EUA: não colapsem o dólar ou vendam a nossa dívida

Os dissidentes chineses revelaram à NaturalNews que têm bons motivos para acreditar que o ataque a Tianjin foi um "tiro de aviso" dos EUA , que está aterrorizado com o facto de a China estar na iminência de anunciar a sua própria moeda com lastro no ouro enquanto que anuncia a venda dos títulos de dívida dos EUA.
Estas ações poderiam colapsar o dólar norte-americano e a economia dos EUA.
De acordo com a NaturalNews Tianjin foi atingida por uma arma cinética ultra-secreta baseada no espaço  que pode ser lançada de uma órbita elevada e é capaz de atingir praticamente qualquer alvo terrestre.
O funcionamento destas armas cinéticas foi explicado num artigo de 2004 da conhecida revista Popular Mechanics:
Um satélite envia um dardo com um revestimento para proteção térmica a uma velocidade de 36000 pés por segundo (comparável à velocidade de um meteoro) através da atmosfera. O resultado é a completa destruição do alvo, mesmo que este esteja num abrigo subterrâneo profundo.
Essa arma destruiu instantaneamente seis quarteirões da cidade de Tianjin mandando uma mensagem para a China que é estranhamente semelhante à enviada com o lançamento das bombas atómicas sobre Hiroshima e Nagasaki na segunda guerra mundial.
O governo chinês está a rodear com um secretismo sem precedentes a zona da explosão e estão a ser utilizadas táticas policiais agressivas para controlar o fluxo de informação em torno deste evento.

FONTE: http://www.naturalnews.com/050816_Tianjin_explosion_space-based_weapons_military_retaliation.html#ixzz3jD8c22Fo

www.wearechangeportugal.org www.informaçãoincorrecta.com