"False-flag" nuclear foi evitado ? O estranho caso de David Chase Taylor

05-04-2012 16:58

2012-04-04 22:28

Por acaso já ouviram falar de David Chase Taylor ?
David Chase Taylor nasceu em 1977 na Noruega. Pouco após o nascimento a sua família mudou-se para os EUA. Taylor era um Republicano convicto que tinha votado em G.W. Bush nas eleições de 2000 e 2004. Em 2007 ficou horrorizado (e envergonhado do seu apoio às políticas de Bush) quando se convenceu que " ...os atentados de 11 de Setembro foram perpetrados por elementos criminosos no interior dos governos dos EUA e de Israel e não por terroristas islâmicos da "Al Qaeda"..." . Tornou-se então um activista em favor da paz. Taylor fundou o site  www.truther.org , criou o primeiro "Truth Group" oficial (podemos traduzi-lo como "Grupo de procura pela verdade sobre o 11 de Setembro") numa Universidade da NCAA e tem trabalhado intensamente na divulgação da mensagem sobre a "verdade do 11 de Setembro" (9/11 Truth) para todo o mundo. Taylor trouxe várias figuras importantes à Universidade de San Diego na Califórnia para fazerem palestras sobre o 11 de Setembro como por exemplo o Dr. David Ray Griffin, Dr. Steven Jones, Richard Gage da Architects and Engineers for 9/11 Truth e Dylan Avery do famoso documentário Loose Change. Em 2009 Taylor foi viver para a Europa.
    Nos últimos anos David reuniu centenas de artigos noticiosos e informação de diverso tipo que acreditava serem indícios da planificação de um ataque de falsa bandeira (false-flag em inglês) nuclear no "Super Bowl" (final do campeonato de futebol americano) .  Taylor reuniu os resultados da sua pesquisa num livro (ebook) intitulado "The Nuclear Bible" que pode ser descarregado gratuitamente no seu site www.nuclearbible.com . Quem estiver interessado pode descarregar diretamente usando estes links (partes 1 e 2)  http://www.mediafire.com/?knr11n65o5bvady e http://www.mediafire.com/?gr623nqxlxn1gd2 . No livro Taylor indicava como alvo da "false-flag" nuclear o Super Bowl XLV de 6 de Fevereiro de 2011 em Dallas, Texas. "The Nuclear Bible" foi lançado a 28 de Janeiro de 2011, poucos dias antes da realização do "Super Bowl". 

    Após a publicação da "The Nuclear Bible" Taylor realizou várias entrevistas na rádio e telefonou a diversos serviços de informações e polícias dos EUA como a CIA e o FBI para garantir que o ataque de falsa-bandeira (false-flag) não se concretizasse.Taylor acredita que a sua ação divulgadora impediu (ou pelo menos adiou) o hipotético ataque.

No seu site http://www.davidchasetaylor.com/ podemos ler que "... devido ao súbito interesse dos serviços de informações americanos", Taylor , " ... antecipando retaliações e temendo pela sua vida tentou obter asilo político na Suíça a 8 de Março de 2011". Desde essa altura que Taylor, que tem também cidadania alemã, tem, sem sucesso até agora, tentado obter asilo político. O mais estranho é que a polícia suíça, segundo parece a pedido dos serviços de informações dos EUA (Taylor apresenta como prova emails que trocou com O.Ruembeli da divisão de pesquisas anti-terroristas da polícia suíça) contactou-o tentando convencê-lo de que era muito importante a sua presença num encontro. De acordo com o email o motivo fundamental seria a informação que Taylor enviara para os serviços de informações americanos. Taylor recusou obviamente o "convite"...

Para mais informações podem ouvir entrevistas dadas por Taylor em programas de rádio  que estão disponíveis no youtube como por exemplo esta "Nuclear Bible: 2011 Super Bowl Nuke Conspiracy, Interview with David Chase Taylor" http://www.youtube.com/watch?v=qy68dtJCh-8 .

www.wearechangeportugal.org www.informaçãoincorrecta.com