Papa Francisco tem medo de Trump e de perder o controlo da Nova Ordem Mundial

10-07-2017 17:11

Na passada semana, o Papa Francisco, no meio do maior escândalo de sexo e drogas do Vaticano até à data, envolvendo uma orgia gay e o uso de cocaína de um dos seus colaboradores mais próximos (esta notícia foi mesmo veiculada pelos meios de comunicação tradicionais), contactou pessoalmente o co-fundador do jornal "fake news" de esquerda La Repubblica, Eugenio Scalfari, e convidou-o para uma conversa/entrevista urgente na sua casa (Casa Santa Marta). Esta conversa centrava-se na suposta preocupação do Papa com a crise de refugiados manifestada pouco antes da reunião do G20. Obviamente que a invasão de refugiados que o Papa Francisco encorajou tem prioridade sobre o precário estado da Igreja que está nas mãos de pedófilos e de banqueiros corruptos.

Scalfari-e-Francesco

Eugenio Scalfari e o Papa Francisco

Durante a entrevista com Scalfari o Papa Francisco mostrou-se muito preocupado com o encontro do "G20" em Hamburgo, onde pela primeira vez se encontraram o Presidente Donald Trump e o líder da Rússia Vladimir Putin.

Trump

O primeiro encontro histórico entre o Presidente Trump e Vladimir Putin

O Papa Francisco disse a Scalfari: “ Tenho receio que existam alianças muito perigosas entre potências que têm uma visão distorcida do mundo: América e Rússia, China e Coreia do Norte, Rússia e a Síria de Assad na guerra ”. “Qual é o perigo destas Alianças, Sua Santidade?” perguntou um submisso Scalfaro, e o Papa Francisco respondeu prontamente: “O perigo relaciona-se com a imigração. Bem, você sabe, temos como problema principal, e infelizmente crescente no mundo atual, o dos pobres, dos fracos, dos excluídos, dos quais fazem parte os imigrantes. Por outro lado existem países onde a maioria dos pobres não são um resultado dos fluxos migratórios, mas de desastres sociais nesses países; outros, no entanto, têm poucos pobres no seu país, mas receiam a invasão de imigrantes. É por isso que o G20 me preocupa.”

Então, para salvar o seu ideal de Europa, o Papa promoveu a destruição da soberania nacional dos países europeus e a instauração de um Governo Federal Europeu, que tomaria as decisões em vez dos países da Europa individualmente : ”Por isto,e por outros motivos, cheguei à conclusão que a Europa tem que assumir uma estrutura federal. As leis e as decisões políticas que surgirem aqui devem ser decididas pelo Governo Federal,e pelo Parlamento Federal, e não pelos países individuais confederados.”

Fonte para a entrevista do Papa Francisco: http://www.repubblica.it/vaticano/2017/07/08/news/scalfari_intervista_francesco_il_mio_grido_al_g20_sui_migranti_-170253225/

Traduzido de : http://leozagami.com/2017/07/08/pope-francis-declares-he-fears-trump-and-loosing-control-of-the-nwo/

Notícia da orgia gay no Vaticano publicada no New York Post: http://nypost.com/2017/07/05/vatican-cops-bust-drug-fueled-gay-orgy-at-cardinals-apartment/

www.wearechangeportugal.org www.informaçãoincorrecta.com